Insuficiência renal em gatos

Insuficiência renal em gatos

Doença inicialmente silenciosa, a insuficiência renal felina acomete grande parte dos gatos domésticos e seus sintomas podem ir além do trato urinário, como vômitos, constipação ou diarreia e emagrecimento.

É importante destacar que a insuficiência renal felina é uma doença crônica, por isso, não tem cura. Mas, é possível tratar de seu bichano para aumentar sua qualidade de vida e saúde física.

A doença renal em gatos

Ela acontece de forma gradual. Os néfrons, filtros responsáveis por fazer a eliminação do lixo orgânico do animal, podem ser reduzidos a até 2/3 da quantidade normal, presente nos rins dos felinos.

Geralmente, os sintomas começam a aparecer quando grande parte dos néfrons já está comprometida Quando 2/3 da função renal se compromete, os rins já não conseguem mais concentrar a urina e com a perda de 3/4 da função, os dejetos que deveriam ser excretados começam a se acumular na circulação sanguínea.

Possíveis causas

Apesar de esta ser uma doença que acomete, em geral, gatos idosos, acima de 9 anos, a insuficiência renal pode se manifestar em qualquer idade, desde que haja sobrecarga no rim do animal. As principais causas são:

Baixa ingestão de água: gatos não têm o costume de beber água com frequência, o que sobrecarrega os rins;

Uso de medicamentos inadequados: uso de medicamentos, principalmente, sem orientação do médico veterinário pode sobrecarregar os néfrons;

Doenças inflamatórias: infecções bacterianas prolongadas, peritonite e leptospirose são algumas doenças associadas à insuficiência renal em gatos.

Predisposição genética: Algumas raças, como Persa, Abissínio e Siamês, podem ser geneticamente predispostas, apesar de não haver confirmação científica para tal.

Leia mais: saúde bucal dos pets

Como cuidar

É preciso incentivar seu gato à ingestão de líquido, deixando à disposição água fresca para ele, evitando sua desidratação. O uso de rações renais, específicas para os animais que desenvolvem essa doença e de rações úmidas contribui para o tratamento.

Contudo, nada disso deve ser feito sem a consulta ao veterinário, que irá indicar a nutrição adequada, bem como produtos que possam contribuir para tratar desidratação e desequilíbrios hidro-eletrolíticos.

Mas, para evitar o desenvolvimento de insuficiência renal em gatos, é imprescindível check-ups regulares, especialmente nos bichanos acima de 5 anos. Só o veterinário responsável pelo seu animal de estimação pode orientar o melhor tratamento para ele.

O Grupo Apaixonados por Quatro Patas conta com especialistas amorosos que têm o objetivo de manter a saúde de seus gatos.  Acesse nosso site e conheça nossos serviços.